O fotógrafo de esportes terá no seu ofício um grande lazer – se gostar de acompanhar os jogos/torneios e tiver amor pela fotografia. No entanto, começar na fotografia esportiva é sempre uma dúvida para quem quer seguir a profissão.

Não importa a modalidade, estar antenado com os jogos, entender das regras, conhecer bem o estilo do jogo nas quadras ou no campo, faz toda diferença.

Para tanto, o fotógrafo que deseja saber como começar na fotografia esportiva, precisa iniciar de alguma maneira em algum campinho, clube ou ginásio regional. São torneios e modalidades que infelizmente não possuem cobertura, mas que atraem público e todos gostam de ver e acompanhar.

Como começar na fotografia esportiva: Torneios e modalidades que precisam ser vistos

Lutador de boxe iniciante. Dicas para começar na fotografia esportiva.

No Boxe, por exemplo, existem torneios que se consagraram por mais de 50 anos, como a Forja dos Campeões, por exemplo, e que não tem qualquer transmissão. A Forja reúne boxeadores do país inteiro e foi lá que Eder Jofre – o maior peso galo do mundo, tricampeão mundial, foi descoberto. Basta dizer que Mike Tyson é seu fã e se inspirou no brasileiro para ser um grande pugilista americano. Também foi nesta arena, que Acelino de Freitas, tetracampeão mundial, conhecidíssimo “Popó”, ergueu seu cinturão e passou a colecionar vitórias.

Pense na emoção de quem os fotografou e os registrou para a história? De quem talvez tenha começado junto com eles, mas do outro lado da lente? Aí, onde você mora, quantos torneios não poderiam e mereceriam ser registrados? 

Como começar na fotografia esportiva: O que registrar?

O olho clínico é fundamental. Em um jogo de vôlei, por exemplo, é interessantíssimo fotografar o momento do saque, do rebote, do ponto, da comemoração da equipe e as emoções do jogo.

Em um jogo paralímpico de vôlei, em que os jogadores estão sentados na quadra, imagine quantos lances não seriam belíssimos, até porque, a dificuldade deles é bem maior.

Sem prestar atenção a isso tudo, seria como fotografar o banco dos reservas em um clássico de futebol, enquanto a bola corre solta pelo gramado. Como realizar estes registros fotográficos?

Conhecendo o jogo, estudando o esporte e prestando atenção a cada lance, a cada emoção da partida ou torneio. No momento em que estiver bem posicionado, o fotógrafo automaticamente reconhecerá os momentos certos.

Como começar na fotografia esportiva: A câmera ajuda?

Sim! Este é outro ponto básico para qualquer tipo de fotografia: conhecer bem o equipamento que se tem nas mãos. As máquinas modernas possuem recursos como o “foco automático” e o “rastreamento de assuntos nas fotos esportivas”.

Com ambos acionados, o fotógrafo não precisa se preocupar com a nitidez da foto. As câmeras modernas têm opções de rastreamento de assuntos (rastreamento 3D, detecção de rosto, etc.) que podem ser úteis para qualquer esporte.

O rastreamento 3D, por exemplo, é ótimo para fotografar carros de corrida, corredores, ginastas, enquanto a “detecção de rosto” é mais recomendada para os esportes de luta, como o Boxe.

Velocidade correta do obturador

A ação de “congelamento” do momento do lance depende da velocidade certa do obturador. O movimento humano precisa de uma velocidade  de pelo menos 1/400 segundos no obturador. Se o fotógrafo quiser registrar o salto de um paraquedista, a velocidade pode chegar a 1/1.600 segundos.

Se for para fotografar a chuva, com seus pingos de água ou uma chama em sua rapidez ao se alastrar, a velocidade de 1/2000 segundos é a mais recomendada. Investir também em uma lente com ótimo zoom é importante.

Se você já tem a sua câmera nas mãos, e deseja começar na fotografia esportiva, não perca tempo. Entre em contato com seus clubes regionais, ginásios regionais, abra uma espaço na plataforma que melhor lhe aprouver (blog/rede social) e pratique! Há um risco grande de você nunca mais parar.