Se você é um fotógrafo profissional, seja iniciante ou experiente, temos a certeza de que está sempre à procura de novos clientes e oportunidades para aumentar a receita da sua empresa.

Geralmente a primeira ideia é intensificar as ações de marketing, na esperança de que mais clientes apareçam. O problema é que essas ações podem atingir um número limitado de pessoas, trazendo resultados abaixo do esperado.

Uma maneira de alcançar um público maior é através de parcerias comerciais, onde duas empresas trabalham em conjunto, com alguma promoção combinada, buscando beneficiar ambos os lados.

Continue lendo este conteúdo para aprender mais sobre parcerias na fotografia. Vamos apresentar algumas boas práticas para te ajudar a encontrar grandes aliados e, também, certos cuidados que você deve tomar para fugir de problemas.

• Descubra seus potenciais parceiros;
• Prepare uma abordagem vendedora;
• Tenha um contrato para formalizar.

Descubra seus potenciais parceiros

Identificar negócios que oferecem produtos ou serviços para o mesmo público que o seu, é o primeiro passo para que uma estratégia de parceria na fotografia seja bem sucedida.

Pesquise por empresas ou profissionais de outros segmentos que compartilhem interesse nas mesmas personas que você, levando em consideração a faixa salarial, comportamento de compra e estilo de vida.

Se você atua na área de fotografia de casamentos, pode firmar parcerias com:

• Cerimoniais;
• Espaços de eventos;
• Salões de beleza;
• Etc.

Já os profissionais especializados em fotografia newborn, podem procurar por:

• Lojas de móveis para bebês;
• Lojas de roupas para gestantes;
• Maternidades;
• Etc.

Repare que as possibilidades de parcerias variam muito conforme o nicho de atuação do profissional. Como comentamos anteriormente, tudo depende do perfil do público que se pretende conquistar.

Prepare uma abordagem vendedora

Antes de entrar em contato com os potenciais parceiros comerciais, é necessário formular uma abordagem clara, eficiente e vendedora. Isso mesmo, vendedora, porque você precisa vender a ideia para a outra parte.

Entendemos que existem 3 aspectos cruciais para uma boa aproximação, capazes de aumentar suas chances de triunfar em sua busca por parcerias na fotografia:

1. Apresente seu negócio

É muito provável que, antes de concretizar qualquer tipo de acordo, seu futuro aliado queira conhecer você e seu trabalho, afinal, a imagem dele estará atrelada à sua.

Por isso, é essencial mostrar que você tem alguma autoridade no mercado. Um bom portfólio, uma página na web com aparência profissional e redes sociais atualizadas, são boas evidências de credibilidade.

Uma estratégia valiosa para realçar sua reputação é fazer uso de provas sociais, exibindo depoimentos positivos sobre seu talento e desempenho. Seu potencial parceiro ficará mais confiante com a aprovação dos seus clientes antigos.

2. Planeje o formato da parceria

Abordar a outra parte com uma proposta previamente configurada, vai garantir alguns pontinhos a você, pela proatividade, empenho e ambição.

Proponha a sua visão de como a parceria entre vocês pode acontecer, e qual o papel de cada um nesse mecanismo. No entanto, mostre-se flexível às ideias, críticas e sugestões do outro, afinal, a parceria deve agradar a ambos.

É fundamental que você tenha condições de cumprir com a sua parte do acordo, evitando que a imagem da sua marca fique manchada no mercado, dificultando futuras oportunidades de negócios.

3. Mostre as vantagens da parceria

O último, e talvez mais importante aspecto para uma abordagem vendedora, é salientar todos os benefícios que essa união pode trazer para os envolvidos.

Explique como você e sua fotografia podem agregar valor ao negócio. Se o outro não enxergar vantagens significativas, o projeto de parceria pode ir por água abaixo, apesar de todo seu esforço.

Os benefícios mais comuns que um fotógrafo pode proporcionar, são:

• Indicação de clientes qualificados;
• Fotos profissionais para divulgação;
• Melhoria na imagem e reputação;
• Exposição de marca;
• Ensaios com desconto para clientes;
• Etc.

Tenha um contrato para formalizar

Após acertar todas as condições necessárias para a realização da parceria na fotografia, é preciso formalizar o acordo por meio de um contrato assinado.

Muitos podem achar que isso é um exagero, mas é melhor estar prevenido, especialmente quando houver a promessa de troca de serviços e produtos, no estilo de permuta.

É comum vermos casos de profissionais que, depois de toda a negociação, fizeram um trabalho fotográfico lindo, entregaram o material prontinho, mas o parceiro pulou fora, não cumprindo com sua parte.

Já imaginou passar por isso? Acredite, seria frustrante! 

Por essa razão, tenha um documento contendo todos os detalhes, e o que cada parte deve entregar para que a parceria aconteça sem maiores problemas.

Se o outro lado não estiver disposto a assinar e se comprometer verdadeiramente com o combinado, o melhor é se afastar e partir para a próxima opção, escapando de futuras dores de cabeça.

Gostou desse conteúdo? Então siga a YouFocus no Instagram para acompanhar os melhores conteúdos sobre estratégia, produtividade, empreendedorismo, marketing e vendas, tudo voltado para o universo da fotografia.

#FocoNoSucesso 🚀